30 de outubro de 2015

Palestra e Vivência de Meditação Terapêutica


Dias 21 e 28 de outubro, apresentei um novo programa de educação em saúde, o consultório médico terapêutico. Este programa tem como objetivo associar a abordagem médica um processo terapêutico educativo e curativo denominado de meditação terapêutica. Este programa possibilita que o médico expanda sua abordagem para além da anamnese, exame físico, diagnóstico, prescrição e caminhe com o seu paciente num mergulho interior em busca das impressões e memórias inconscientes cristalizadas como doenças. Um trabalho realizado através de exercícios de meditação imagética, retrospectiva e observação de cenas biográficas e reprogramação de traumas inconscientes. Muito gratificante compartilhar resultados surpreendentes de um trabalho inovador que vem sendo realizado nos últimos 9 anos de minha prática clínica utilizando a medicina antroposófica e outras práticas integrativas e complementares.

O corpo uma imaginação da vida
































10 de outubro de 2015

Palestra com vivência de meditação terapêutica


O corpo uma imaginação da vida

Nesta palestra apresentaremos uma visão médica e terapêutica que amplia o conhecimento do corpo humano como sendo não apenas uma organização física, mas também, vital, emocional e do eu (da individualidade).
Demonstraremos como a doença e os sintomas são compreendidos como manifestações físicas e energéticas de questões não resolvidas submersas no inconsciente.
Falaremos de um programa, o consultório médico terapêutico, que associa a prática da meditação terapêutica ao atendimento médico, com o objetivo de auxiliar o paciente a trazer do orgânico o conflito inconsciente.
             Data: 21 de outubro e 28 de outubro de 2015
             Hora: 19h as 21h
             Local: Instituto Ajnar. Av. Liberdade 1262. Bairro Copacabana. Uberlândia.
Informações: 3432198636 ou centroantroposófico@hotmail.com
Palestrante e Facilitadora: Dra. Tânia Helena Alvares. Mestre em Medicina.
Formação em Medicina Antroposófica e Práticas Integrativas e Complementares em Saúde.
Inscrições antecipadas gratuitas. Vagas limitadas.

                                                                   

Consulório Médico Terapêutico Antroposófico


             

 A medicina promovendo a saúde utilizando-se da educação


O consultório médico terapêutico Antroposófico é um programa que visa ampliar a atuação do médico associando a sua prática clínica uma abordagem terapêutica. O propósito é o de estender os cuidados destinados a organização física realizada habitualmente através da prescrição de medicamentos, para  um trabalho terapêutico que visa harmonizar também as organizações vital, emocional e do eu (da individualidade).

Na Antroposofia compreendemos o ser humano como um ser cósmico que herda dos ancestrais um corpo físico para se desenvolver e se manifestar ao longo de sua biografia. Para que ocorra o crescimento faz se necessário a transformação de todo material herdado impresso no corpo físico pela nova substancialidade trazida pela atual individualidade. Este trabalho de individuação acontece a vida toda, entretanto as quatro organizações que constituem o ser humano são alicerçadas nos primeiros 21 anos de vida.

Estas impressões, algumas trazidas pela individualidade e outras armazenadas desde suas primeiras experiências, guardam uma reação mental, emocional e comportamental frente as experiências vividas. Assim como, uma conclusão a respeito do mundo, da vida, do outro e de si mesmo.

A doença sobrevém quando o destino traz situações que provocam e trazem à tona impressões inconscientes distorcidas e incoerentes com a realidade essencial do paciente.

Para restaurar a saúde faz-se necessário uma reestruturação, conscientização e transformação de todo o processo.

O consultório médico terapêutico se propõe a oferecer suporte e ferramentas para o paciente deixar vir naturalmente à tona o que se oculta por detrás de sua doença. Nele a abordagem médica promove um diagnóstico mais ampliado, considerando as quatro organizações que compõe o ser humano. O tratamento é realizado através de medicamentos naturais e de sessões de meditação terapêutica.

A meditação terapêutica utiliza-se de exercícios meditativos imagéticos, reflexões contemplativas, retrospectiva, visão panorâmica de vivências cotidianas e de cenas biográficas. O processo tem por finalidade trazer à tona o conteúdo inconsciente manifestado como doença ou sintoma orgânico e na desprogramação de traumas, crenças limitantes e negativas. Além de promover a educação do pensamento, a harmonização do sentimento e a ativação da vontade essencial.

A avaliação médica é individual e a meditação terapêutica é realizada em grupo de quatro pessoas. O grupo é semanal e tem duração de 2 horas. O trabalho é feito em três níveis para aqueles que buscam o autoconhecimento e intensivo para aqueles que apresentam uma patologia ou sintomatologia recorrente.

Programa para o autoconhecimento

Nível I – Fase de estruturação, edificando as bases.
Justificativa: Trabalho de estruturação e edificação das bases para a saúde do pensar.
Objetivo: Resgatar a confiança, a entrega, a veneração a verdade, e o poder pessoal.
Método: Sete encontros: uma avaliação médica antroposófica inicial, cinco sessões de meditação terapêutica, e uma avaliação médica final. Revisão biográfica dos primeiros 1000 dias até os 7 anos. Cultivando os sentidos, reconexão com o natural.

Nível II – Fase de conscientização, percebendo a si mesmo.
Justificativa: Trabalho de estruturação e edificação das bases para a saúde do sentir.
Objetivo: Compreender a linguagem da alma, os espelhamentos, as projeções, resgatar a conexão com o belo, a percepção e o amor por si mesmo.
Método: Sete encontros: uma avaliação médica antroposófica inicial, cinco sessões de meditação terapêutica, e uma avaliação médica final. Revisão biográfica do segundo setênio. Reconexão com a criança e com a força curativa interior.


Nível III – Fase de transformação, ressignificando, propondo novas metas.
Justificativa: Trabalho de estruturação e edificação das bases para a saúde do agir.
Objetivo: Aprender a fazer escolhas próprias, resgatar ideais de liberdade e respeito.
Método: Sete encontros, uma avaliação médica antroposófica inicial, cinco sessões de meditação terapêutica, 1 uma avaliação médica final. Revisão biográfica do terceiro setênio. Reconexão com os próprios ideais e com a sabedoria interior.

Programa Terapêutico
Níveis I, II, III – Intensivo
13 encontros – uma avaliação médica antroposófica inicial, 11 sessões de meditação terapêutica, uma avaliação médica final.

Reavaliações entre os níveis:
Após a realização de cada nível acontece um despertar para uma nova maneira de se compreender, de vivenciar e de solucionar a questão relacionada ao conflito, ao sintoma ou a doença. A escola da vida continua e o paciente volta ao cenário com novos recursos internos conquistados no processo médico terapêutico. A ideia trabalhada será reapresentada pelo destino até o completo entendimento e transformação da mesma e os pacientes poderão sentir necessidade de uma nova reavaliação médico terapêutica no intervalo entre os níveis.

1 avaliação médica e 1 meditação terapêutica

Acompanhamento terapêutico:
O grupo de pessoas com patologias ou sintomas físicos ou psíquicos recorrentes, após o programa Intensivo, deverá manter a meditação terapêutica semanalmente, quinzenalmente, mensalmente, na dependência da gravidade do quadro clínico.